ONCE

quinta-feira, 3 de março de 2011

NOVOS TRABALHOS NA PAUTA

Agora, terminada a graduação em pintura na Escola de Belas Artes da UFMG, vou partir para o maior conhecimento e aprendizagem na gravura. Serão mais dois anos de ateliê, trabalhando com a Gravura em Metal, a Lithogravura, a Xilogravura e a Serigrafia. Com a gravura é possível conseguir reproduções (cópias) a partir de uma única matriz.

São inúmeros os trabalhos e artistas que fazem uso da gravura. Coloco aqui dois muito especiais de Escher feitos em Lithogravura, um dos processos que deu início impressão gráfica em offset e que possibilita um tratamento quase como um desenho a grafite. Na realidade é feito um desenho sobre uma pedra especial (uma matriz) que passa por um processo de fixação e após ser entintada é prensada e as cópias são obtidas. Dentro das minhas características de trabalho, é uma técnica que me dá bastante resultado, apesar de ser muito trabalhosa e depender de material muito específico para o trabalho. Meu primeiro trabalho na Lithogravura foi essa frente de um MG TC que fotografei em São Paulo. Foi impresso em papel Canson com 31,5 x 21,5 numa tiragem de 8 cópias que não serão mais reproduzidas pois a matriz foi novamente preparada para um novo desenho. A menos que se guarde a matriz ou se tenha um bom estoque dessas raríssimas pedras, as lithogravuras são geralmente limitadas a uma única tiragem.



No trabalho Fangio 1, é possível visualizar os traços da madeira deixados na impressão. Essa é uma das características da Xilogravura que tem uma matriz de madeira trabalhada com goivas e depois entintada com tinta gráfica para então ser levada à prensa de onde sairão as cópias. A impressão de Fangio 1 foi feita em tiragem de 10 cópias, utilizando papel japonês no formato 37 x 29 cm.


Meu objetivo com a Gravura em Metal é pesquisar as possibilidades da foto-impressão para gravar a chapa matriz, utilizando um desenho a grafite como original. Já tenho uma primeira experiência a ser feita com o DKW Malzoni feito em grafite HB e 4B. Vamos aguardar os resultados.

6 comentários:

Gigopepo disse...

Porra fiote! Fantástica a xilo! Parabéns!

Ana disse...

Ei Fiote!
Lindas as xilos! Fico admirada com a qualidade dos detalhes....
Sucesso no novo curso!
Também acho as litogravuras do Escher que você postou muito especiais!!!

danilo kravchychyn disse...

Fiote,

Não conhecia os seus trabalhos em pintura. Vi no blog do Maurício Morais e achei um espetáculo.
Já admirava o seu talento no blog Twocats.
Parabéns, dá prá ver que a Ferrari é uma inspiração, principalmente aquela do Ickx.

Danilo Kravchychyn
Ponta Grossa - PR

Carlos TA disse...

Grande Fiote,

Tá produzindo muito heim ???

Estou gostando de ver .

Um grande abraço.

Breno Kimio disse...

Fiote e suas máquinas...

Parabéns, pela conclusão da habilitação em pintura. Acompanhei alguns dos seus trabalhos no ateliê do Mário Zavagli, são magníficos.
Suas gravuras pelo visto seguem o mesmo caminho, fantásticas.

Abraço!

Saudades da EBA e dos ex colegas!!!

gtx disse...

grande fiote, seus estudos, obras, conclusões.
velho amigo, interessado numa gravura do malzoni, quando sair da prancha, para colocar no Museu.
e uma da árvora a pru modi presente.
diga. sucesso nasser