ONCE

segunda-feira, 19 de novembro de 2007

ENCÁUSTICA II



Como havia mostrado antes dois trabalhos feitos em encáustica a quente, agora vão mais dois com a encáustica a frio. Aí se utiliza a cêra de abelha e a terebintina para criar a base para de pigmentação. Utiliza-se a própria tinta a óleo como pigmento, com a vantagem de uma secagem muito mais rápida e de um acabamento fosco aveludado. O trabalho com essa técnica é muito semalhante ao óleo mas se um trabalho requer grandes quantidades de tinta em áreas mais amplas, fica muito mais em conta no rendimento.


As imagens foram cortadas de fotos antigas em revistas e retratam o piloto argentino, Juan Manuel Fangio em sua Maserati 250 F e um close do Porsche 917 que foi utilizado por Steve McQueen no filme Le Mans.

3 comentários:

Vitor disse...

Oi Fiote!!!

Só agora vi seu Blog direito!!!
Legal demais!
Espero que um dia faça uma visita ao barco, e quem sabe, um belo desenho dele!!!!!!!!
Gostei demais de todos, especialmente os dos peixes.

Abração e sorte em seus trabalhos,
Vitinho

sandra disse...

Olá! Estou começando na encaustica e navegando apareceu seu trabalho. Fiquei encantada. Eu pensava que a encaustica só se limitava ao tipo de trabalhos e decorações abstractas. Por favor ajuda-me a aprender mais sobre encaustica bifásica, encaustica a frio de modo que se possa expandir o tipo de efeito com este material.
Se utilizar como eu barras de cera, como mistura terebentina a frio sendo elas tão sólidas? Ou aquece pra liquefazer e fazer mistura?
Moro em portugal senão te daria nº de meu celular pra contactar com você, mas por favor me contacta por mail. Muito obrigada!

blogdofiote disse...

Obrigado pelo contato e comentários, Vitor e Sandra.

Sandra, a encáustica é uma opção muito interessante para a pintura. Na Escola temos utilizado em diversos trabalhos uma vez que os custos são bem mais baixos que o óleo puro.
A preparação da pasta ou creme de cêra de abelha é feita com a cêra derretida em banho maria. Você aquece uma vasilha com agua e dentro uma outra vasilha com os pedaços da cêra. Quando estiver tudo derretido você APAGA O FOGO e despeja a proporção de terebintina. A mistura final vai friar e setransformar no creme. Então pode-se misturas qualquer tipo de pigmento a esse creme que vai ter uma aparência mais acetinada ao secar no tela.
Se tiver mais dúvida pode me escrever diretamente no e-mail.
Abraço.
Paulo Fiotti