ONCE

segunda-feira, 30 de julho de 2007

O CARCARÁ


Há uns quatro anos fiz uma ilustração sem compromisso, com lápis de cor em uma folha de papel para xerox. Isso acabou resultando em vários trabalhos de ilustração científica e, no primeiro semestre de 2007, abrimos uma turma para o curso de extenção oferecido pelo CENEX do ICB (Instituto de Ciências Biológicas) na UFMG. O objetivo era o tratamento com o lápis de cor em ilustrações zoológicas. Como exemplo das possibilidades que o material oferece fiz esse Carcará utilizando lápis Faber Castel comum e papel Color Plus no formato A4. Mais adiante vou mostrar alguns dos trabalhos feitos com essa técnica, inclusive o do papel xerox.

2 comentários:

Márcio Luiz disse...

Elogiar seus trabalhos é chover no molhado Fiotte!!
Posso dizer então que tenho o orgulho de dizer que presenciei ao vivo esse carcará nascer no lápis de cor,

Um forte abraço, amigo.

Tania disse...

Oi Fiote, tudo bem? Consegui te achar neste blog e adorei. Bom saber de você, boas lembranças. Sabe que sempre te admirei, né? A cabeça que me fazia pensar naquele meio engraçado do Trail Clube... Agora estou morando em Brasília, trabalho com massagem, faço formação em acupuntura, continuo casada e feliz com o Marcio e tenho um filhote de 10 anos, o Gabriel. E você fazendo arte, estripulias e o quê mais? Adorei os seus trabalhos e as fotos. Se quiser e puder me dê um toque. Aproveite para me passar o contato da sua prima Lili, porque ontem e hoje lembrei muito dela. Meu email: tania.amaral@yahoo.com.br.
Beijos